Artigos › 13/04/2019

A importância do cuidado da saúde bucal na gestação

A gestação é um período de grandes mudanças em todo o corpo, e naturalmente, na boca também.

Dessa forma, a maior parte das mulheres percebe, durante a gravidez, uma gengiva mais avermelhada e sangrando durante a escovação. Essa condição, chamada “gengivite da gravidez”, pode começar logo no segundo mês e normalmente desaparece assim que o bebê nasce. O problema ocorre com maior frequência durante a gravidez porque o nível elevado de hormônios acentua a forma como a gengiva reage às irritações da placa bacteriana (biofilme dental). No entanto, se os dentes estiverem bem limpos, muito dificilmente essa inflamação ocorrerá.

O grande problema é que a gengivite pode evoluir para uma periodontite (inflamação mais grave) e esta doença aumenta bastante o risco de parto prematuro e bebê com baixo peso ao nascer.  Além disso, sangramento, gengivas doloridas e infeccionadas podem, definitivamente, levar a uma boca dolorida e muito desconfortável.

Outra questão é que muitas mulheres apresentam enjoos matinais associados a náusea, que vem acompanhada por ácidos do estômago. Estes ácidos podem desmineralizar os dentes gerando desgaste e, consequentemente, dor.

Portanto, durante a gravidez, os dentes e gengivas precisam de atenção especial. Seguem algumas dicas para o cuidado da saúde bucal:

 

  1. Escove os dentes três vezes ao dia
    Escove pelo menos três vezes ao dia por três minutos usando creme dental com flúor e uma escova de cerdas macias. Certifique-se de encaixar as cerdas da escova no encontro entre os dentes e a gengiva, para remover a placa (biofilme dental) e resíduos de alimentos, pois é onde se desenvolvem as doenças na gengiva;
  2. Use fio dental diariamente
    Use o fio dental diariamente para limpar entre os dentes, onde a escova não consegue chegar, abaixo da margem da gengiva e atrás do último dente;
  3. Reduza a ingestão de alimentos doces ou contendo amido 
    Lanches e doces contendo muito carboidrato (açúcar, farinha, etc) podem causar “ataques de ácidos” a seus dentes. Beba menos bebidas adocicadas e coma menos doces, pois esses alimentos podem causar cárie (que pode ser passada para seu bebê, após o nascimento). Procure comer mais frutas e vegetais.
  4. Coma alimentos ricos em cálcio 
    Você precisa de cálcio para os dentes e ossos de seu bebê. O cálcio pode ser encontrado em leite e derivados, em feijões secos e em verduras.
  5. Cuide de bocas ressecadas
    Beba muita água para manter-se hidratada. Chupar pedras de gelo pode hidratar e ajuda a aliviar a náusea da gravidez. Masque chicletes sem açúcar para elevar a produção de saliva.
  6. Caso tenha dor, converse com seu obstetra e/ou procure um cirurgião dentista. Jamais se auto medique, ainda mais numa fase tão especial!

 

Maria Fernanda Kolbe

Especialista e mestre em Periodontia

CRO 81095

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.